Blockchain no setor público

Blockchain: Saiba como utilizar a tecnologia no setor público!

A transformação digital no setor público visa a celeridade e desburocratização das atividades administrativas. O uso da tecnologia Blockchain possibilita que as organizações mantenham os seus registros precisos, auditáveis, transparentes e, principalmente, seguros.

Neste artigo você entenderá o que é a tecnologia blockchain, como ela pode ser aplicada ao setor público, além de conferir seus benefícios!

Continue a leitura!

Blockchain: O que é?

A tecnologia Blockchain é responsável por fazer o registro de uma transação de uma moeda virtual – a mais conhecida é o Bitcoin – de forma que esse registro seja imutável e confiável.

Surgida em 2008, ela tem como objetivo a transformação das finanças e a revolução da maneira como se realizam os negócios do mundo. Dentre as informações que são registradas, estão:

  • Quantia de bitcoins – ou outras moedas – transacionadas;
  • Quem enviou;
  • Quem recebeu;
  • Quando a transação foi feita;
  • Em qual lugar a transação está registrada.

Sendo assim, fica claro que a transparência é uma das principais características da Blockchain. O seu funcionamento se dá pela seguinte forma:

Há o armazenamento das informações de um grupo de transações em blocos, marcando cada bloco com um registro de tempo e data. A cada 10 minutos na blockchain, é formado um novo bloco de transações, interligado ao bloco anterior.

Cada informação que se quer registrar, é criptografada e gera um tipo de código denominado “hash” que é registrado em um bloco de informação. Em seguida, uma parte da hash é utilizada para compor o código que é inserido no bloco seguinte. 

Desta forma, é criada uma cadeia de blocos ligados entre si, gerando um tipo de “impressão digital” para cada informação registrada. Caso haja qualquer alteração, ficará marcada.

Em outras palavras, a blockchain pode ser definido como registros descentralizados e compartilhados com as seguintes finalidades:

  1. Armazenamento de informações sobre a propriedade de ativos;
  2. Armazenamento de códigos que podem ser executados sem a dependência de um proprietário centralizado.

Leia também: Liderança no Home Office: Como manter equipes engajadas?

Características da tecnologia

Como vimos, a blockchain tem algumas características peculiares que a tornam uma tecnologia extremamente segura e promissora em vários setores, inclusive a administração pública. Confira:

  • Sistema seguro (imutável e inviolável)
  • Sistema compartilhado (a rede valida as transações e o sistema)
  • Sistema transparente (as regras são aplicadas a todos).

Leia também: Metodologia Ágil no Setor Público: Como implantar?

Blockchain

Como utilizar a Blockchain no setor público?

A transformação digital no setor público vem ganhando espaço. Soluções tecnológicas vêm sendo implementadas em diferentes setores da administração pública, de modo que os serviços sejam automatizados, desburocratizados e o cidadão seja melhor atendido.

Certificados digitais, tokens, assinaturas eletrônicas, smart contracts (contratos inteligentes), já fazem parte do cotidiano dos profissionais, principalmente após a chegada da pandemia de Covid-19.

Porém, é comum questionar como a tecnologia Blockchain pode ser utilizada no setor público e é sobre isso que vamos falar agora.

O seu uso pode estar atrelado à Fé Pública, já que a segurança e a confiabilidade ofertada pela tecnologia têm sido comparadas à fé pública conferida pelos documentos na autenticação de documentos. 

A Blockchain é capaz de verificar a autenticidade de diversos tipos de documentos digitais como contratos e identidades de pessoas, proporcionando redução de custos e, o melhor, tudo feito de forma on-line.

No caso das licitações, a tecnologia também é bem utilizada. Por exemplo, caso uma empresa decida licitar com a Administração Pública, terá seus dados e informações do processo protegidos.

É válido lembrar que a privacidade e a confiabilidade são garantidos por protocolos criptografados. A permissão de acesso a esses dados pode ser regulada de acordo com os objetivos e as necessidades do órgão à que pertencem.

O objetivo da utilização dessa tecnologia no setor público é a limitação da intervenção humana, através de uma governança algorítmica, diminuindo os seguintes riscos:

  • Cometimento de ilegalidades
  • Alterações voluntárias
  • Corrupção
  • Fraudes por parte dos funcionários que têm acesso àqueles dados.

Através do monitoramento preciso, há a prevenção do uso ilícito dos recursos públicos e, também, a garantia da sua utilização apenas para os escopos determinados. Dessa forma, há melhora dos serviços prestados, além da relação do cidadão com a instituição do setor público.

Neste post você conferiu como a utilização da tecnologia Blockchain pode ser utilizada no setor público, seus benefícios e seu conceito.

Gostou do conteúdo? Compartilhe em suas redes sociais!

Aproveite e conheça o Ergon, Sistema de Gestão de Pessoas e Folha de Pagamento voltado ao setor público. Acesse nosso site e saiba mais!

Até a próxima.

Lei Geral de Proteção de DadosPowered by Rock Convert

Quer receber mais conteúdos como esse gratuitamente?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.